Terça, 17 de Maio de 2022
21°

Nuvens esparsas

Rio de Janeiro - RJ

ND1 Tech De Novo?

A 'Volta do Orkut' causa furor entre internautas saudosistas brasileiros da primeira rede social do mundo

A 'Volta do Orkut' causa furor entre internautas saudosistas brasileiros que comemoram e fazem críticas aos concorrentes Facebook e Twitter. Leia!

01/05/2022 às 13h46
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Logo-tipo do Antigo Orkut / Divulgação
Logo-tipo do Antigo Orkut / Divulgação

Orkut Büyükkökten te lembra alguma coisa? Se você conhece o nome desse turco sem precisar consultar o Google, certamente conheceu ou foi usuário da primeira rede social do mundo. 

Büyükkökten foi o criador da primeira grande rede social de alcance global, para qual inclusive deu seu nome: o Orkut, que teve seu auge de popularidade em 2009/2010 e encerrou definitivamente suas atividades em 2014, quando viu seu alcance ruir com à chegada do Facebook.

Na última quarta-feira (27), o visionário das redes anunciou que estava ativando o domínio Orkut.com e que “estava construindo algo novo”, deixando ainda uma mensagem ainda mais enigmática. “Nos vemos em breve”. A informação correu o mundo e criou grande agitação. 

Estaria a mãe de todas as redes sociais voltando à atividade? Seria possível recuperar as fotos, comunidades, scraps e depoimentos de décadas atrás, produzidas num mundo totalmente diferente do atual e que tecnologicamente seria visto como “pré-histórico”? Ninguém sabe. Aliás, ninguém sabe dizer se uma volta do Orkut seria boa ou ruim.

A notícia está gerando furor entre os brasileiros, país onde a rede foi amplamente usada, tornando-se uma febre na época. Internautas tem relatado em postagens nostalgia e ansiedade para a volta da rede social. Muitos inclusive fazendo criticas ao Facebook e Twitter, principalmente após aquisição por Ellon Musk, o bilionário americano.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários