Terça, 17 de Maio de 2022
21°

Nuvens esparsas

Rio de Janeiro - RJ

RJ Notícias Acusação

Operação Policial na Casa de Gabriel Monteiro é deflagrada no Rio com Buscas e Apreensões

Operação Policial na Casa de Gabriel Monteiro é deflagrada no Rio para cumprir mandado de buscas e apreensões.

07/04/2022 às 06h49
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Foto: Gabriel Monteiro / Reprodução / Fantástico / TV Globo
Foto: Gabriel Monteiro / Reprodução / Fantástico / TV Globo

A Polícia Civil do Rio realiza, desde às 6h da manhã desta quinta-feira, dia 7, uma mega-operação para apreender eletrônicos em sete endereços que estão ligados ao vereador e youtuber  Gabriel Monteiro (sem partido). 

A ação ocorre após o vazamento de um vídeo em que o parlamentar aparece mantendo relações sexuais com uma menor de 15 anos. Os agentes fazem buscas, além da casa de Monteiro, em seu gabinete, na Câmara dos Vereadores do Rio, de acordo com apuração do ND1-Rio.

A filmagem, feita pelo próprio vereador, passou a circular nas redes sociais após duas mulheres acusarem Gabriel de estupro. Elas não aparecem na filmagem, que passou a circular com legendas indagando se o ato não era consentido.

Após o vazamento do vídeo, a menor compareceu na 42ªDP (Recreio dos Bandeirantes), com os seus pais, e afirmou que autorizou a gravação. Mesmo que a gravação tenha sido consentida, filmar ou reproduzir cena de sexo com menor é crime previsto no código penal, com pena prevista de quatro a oito anos de prisão.

Na residência de Monteiro, no Condomínio Mansões, na Barra da Tijuca, a polícia chegou às 6h20.

No total, quatro mulheres acusam Monteiro de estupro. Além disso,  ex-funcionários e assessores o denunciaram por assédio sexual e moral. Por conta das denúncias, que foram veiculadas pela primeira vez pela TV Globo, no programa Fantástico, o vereador é alvo de processo de perda de mandado na Câmara. Ele nega as acusações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários