Terça, 17 de Maio de 2022
21°

Muitas nuvens

Rio de Janeiro - RJ

Política Com pé no PDT

Cabo Daciolo está com um pé no PDT e vai somar junto à Ciro Gomes

Candidato à Presidência da República nas eleições gerais de 2018, Cabo Daciolo bateu o martelo e se filiará ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) na próxima sexta-feira 21.

19/01/2022 às 21h50 Atualizada em 19/01/2022 às 22h11
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Cabo Daciolo e Ciro Gomes durante debate em 2018. Foto: Reprodução / RecordTV
Cabo Daciolo e Ciro Gomes durante debate em 2018. Foto: Reprodução / RecordTV

Candidato à Presidência da República nas eleições gerais de 2018, Cabo Daciolo bateu o martelo e se filiará ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) na próxima sexta-feira 21, durante evento que oficializará a pré-candidatura do ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes, ao Palácio do Planalto. 

No dia 16 de dezembro de 2021, Cabo Daciolo desistiu de sua pré-candidatura à Presidência pelo Brasil 35 e declarou apoio a Ciro Gomes através de um vídeo publicado em suas redes sociais. A decisão foi anunciada um dia depois de o pedetista ser alvo de uma operação da Polícia Federal.

Dentro do PDT, Daciolo é visto como uma possibilidade de aproximação dos eleitores evangélicos a pré-candidatura de Ciro Gomes, que num debate eleitoral foi acusado por ele (Daciolo) de participar da URSAL, perola que gerou milhares de memes na internet na ocasião.

“Se em 2022 você tiver um voto, saiba que esse voto foi do Cabo Daciolo. Não sei por que estou fazendo isso, eu sei que o Criador está mandando eu falar isso pra você”, disse Daciolo em vídeo divulgado na ocasião. “Eu te amo. Foi um momento especial estar contigo ontem. Mais uma alma para o Criador.”

Daciolo havia anunciado a pré-candidatura ao Planalto em 29 de outubro, durante sua filiação ao Brasil 35. No evento, declarou que seu objetivo seria “construir uma Nação com uma equipe verdadeira, com coração e amor”.

Em 2018, ele concorreu à Presidência e obteve 1,26% dos votos válidos, chegando em 6º lugar no 1º turno. Ao todo, recebeu mais de 1,3 milhão de votos, ficando a frente de figuras conhecidas como Marina Silva e Guilherme Boulos.

Em 5 de janeiro deste ano, Daciolo publicou nas redes sociais um registro do convite para participar da 1ª Convenção Nacional de Cristãos Trabalhistas, na próxima sexta 21, na sede do PDT em Brasília.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários