Segunda, 17 de Janeiro de 2022
22°

Nuvens esparsas

Rio de Janeiro - RJ

Magé - Policiais Crime

Assassinato na Barbuda Magé: Homem mata Companheira e sua filha e Choca Moradores da Cidade

Assassinato na Barbuda Magé: Pai é o principal suspeito de Matar esposa e Filho na Baixada Fluminense.

12/01/2022 às 15h37 Atualizada em 12/01/2022 às 19h11
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Viaturas da DHBF no Arco Metropolitano / Reprodução / Divulgação
Viaturas da DHBF no Arco Metropolitano / Reprodução / Divulgação

De acordo com informações checadas pela redação do ND1-Magé, um homem assassinou a própria companheira — identificada pela nossa reportagem apenas como Ester Silva e a filha dela, Yasmin Silva, de apenas 13 anos de idade. O caso ocorreu no bairro da Barbuda, em Magé, na Baixada Fluminense. O homem, ainda sem identificação da reportagem teria desferido golpes de faca nas vitimas na tarde de 12/01/2022 e conseguiu fugir do local.

Atualização 18:00h

De acordo com apuração da equipe do ND1 baseada na cidade de Magé, o suspeito de assassinato da mãe e filha foi executado á tiros. Nas redes sociais já está circulando a imagem do mesmo numa mesa de um IML, ainda não identificado, mas que pode ser provavelmente em Duque de Caxias ou na cidade de Niterói, Região Metropolitana do Rio. No entanto, a Polícia Civil não confirmou que a foto que circula nas redes sociais trata-se do mesmo suspeito. 

A Polícia Militar através de agentes do 34º BPM foram acionados ao local para preservar a cena do crime até a chegada de peritos. A Motivação do crime já está sendo investigada pela DHBF, Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense. O crime chocou moradores da cidade, em mais uma tragédia familiar ocorrida na Baixada Fluminense, como a que ocorreu dias atrás com o caso da mãe que matou seus dois filhos em Guapimirim, um de 3 e outro de 6 anos também a golpes de faca noticiado pelo ND1. 

Anteriormente, na publicação da reportagem informamos que o suspeito matou o próprio filho, no entanto chegou a informação a nossa equipe que trata-se de uma menina. O suspeito, ainda de acordo com informações não era o pai da criança.

O caso está sendo acompanhado pela reportagem do ND1 e passará por atualizações nesta mesma matéria. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários