Segunda, 17 de Janeiro de 2022
22°

Nuvens esparsas

Rio de Janeiro - RJ

Rio Infanticídio

Mãe mata filhos em Guapimirim, no Rio de Janeiro: Mulher não tinha Acompanhamento Psiquiátrico

Mãe mata filhos em Guapimirim: Bruno Leonardo, um dos meninos assassinados pela mãe, completou 6 anos na última sexta-feira (7). Arthur Moisés, o segundo filho, tinha apenas 3 anos de idade.

11/01/2022 às 14h01 Atualizada em 11/01/2022 às 14h18
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Foto: Stephani Ferreira Peixoto / Reprodução / Redes Sociais
Foto: Stephani Ferreira Peixoto / Reprodução / Redes Sociais

Uma mulher matou a golpes de faca os dois filhos no Parque Fleixal, em Guapimirim, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na tarde desta segunda-feira (10/1). Após cometer os crimes, Stephani Ferreira Peixoto, de 35 anos, tentou suicídio.

Bruno Leonardo, um dos meninos assassinados pela mãe, completou 6 anos na última sexta-feira (7). Já Arthur Moisés, o segundo filho, tinha apenas 3 anos de idade.

O pai das crianças acionou a polícia para informar o ocorrido. Ao chegar no local, os agentes do 34º Batalhão de Polícia Militar (BPM) se depararam com as crianças mortas numa cama e com a mãe, que estava na sala, ao lado do sofá, e ainda apresentava sinais de vida após ter cortado os próprios pulsos.

De acordo com apuração do ND1 a informação divulgada mais cedo, de que a mulher, mãe e principal suspeita de assassinato dos próprios filhos foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital Municipal José Rabello de Mello, em Guapimirim foi confirmada. De acordo com o delegado da cidade, ela está sob custódia policial. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dela.

Mãe e assassina dos próprios filhos ela ainda será interrogada sobre os delitos. A arma do crime, - uma faca - foi apreendida. Por tratar-se de assassinatos, o caso não será investigado pela 67ª DP (Guapimirim), e sim pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). O duplo homicídio envolvendo duas crianças e tendo a mãe como a autora do crime chocou a população do município de Guapimirim.

Marido diz que mulher não tinha acompanhamento psiquiátrico

O delegado Silvino Teixeira, titular da 67ª DP (Guapimirim), disse nesta terça-feira que ainda não há uma motivação estabelecida para a morte das duas crianças, esfaqueadas pela mãe, nesta segunda-feira. O crime chocou o município de Guapimirim, na Baixada Fluminense. Stephani Ferreira Peixoto, de 35 anos, mãe dos meninos, foi encontrada na sala de casa com os pulsos cortados.

Os policiais encontraram os meninos, Bruno Leonardo, de 6 anos e Arthur Moisés, de 3, na cama, sem vida. Foi o pai dos meninos que acionou a polícia e segundo ele, a mulher não tinha nenhum acompanhamento psiquiátrico. “O marido fala que nunca teve tratamento de nada e elogiou ela como uma excelente mãe. A motivação ainda é zero, ela continua internada [...] a princípio, ele não desconfia de nada”, disse o delegado.

Mãe declarava amor pelas crianças em postagens nas redes

A última postagem feita por Stephani Peixoto, de 35 anos, em sua rede social foi uma mensagem de aniversário para o filho mais velho, Bruno Leonardo, que completou 6 anos na última sexta-feira. Ela matou o menino e o filho mais novo, Arthur Moisés, de 3 anos, a facadas, em Guapimirim, na Baixada Fluminense, nesta segunda, e tentou tirar a própria vida em seguida. Ela tem mais um filho, adolescente, de 15 anos.

No perfil, Stephani compartilhava fotos dos filhos e legendas emocionadas, além de vídeos do período em que esteve grávida. "Amo muito meus meninos.. Ser mãe realmente é padecer no paraíso...Do amor ao lá vai o chinelo voador... Meus levados.. #AmoresDaMinhaVida #MãeDeMeninos #3Meninos", disse em uma publicação.

O pai das crianças disse ao delegado que ela era uma mãe excepcional e que não tem desconfianças sobre o que motivou o crime. Stephani ligou para o marido para falar que havia tirado a vida dos filhos e que iria se matar. Logo depois, ele foi em direção à residência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários