Terça, 26 de Outubro de 2021
22°

Muitas nuvens

Rio de Janeiro - RJ

Política Ciro Gomes

Fogo na esquerda: 'Lula conspirou pelo impeachment da Dilma', disse Ciro ao Estadão

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) colocou fogo na esquerda brasileira ao declarar ao estadão que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conspirou pelo impedimento da ex-presidente Dilma Rouseff.

13/10/2021 às 19h49 Atualizada em 13/10/2021 às 20h58
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Foto: Montagem Ciro e Lula \ Reprodução \ Internet
Foto: Montagem Ciro e Lula \ Reprodução \ Internet

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) colocou fogo na esquerda brasileira ao declarar ao estadão que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conspirou pelo impedimento da ex-presidente Dilma Rouseff. A fala provocou a ira dos petistas que já foram para as redes sociais e sites alinhados ao petismo com respostas contundentes a fala do ex-ministro. Reproduzo à seguir abaixo deste paragrafo um pequeno trecho da entrevista concedida ao Estadão que está dando o que falar.  

Partes da polêmica fala de Ciro Gomes:

"Eu atuei contra o impeachment e quem fez o golpe foi o Senado Federal. Quem presidiu o Senado? Renan Calheiros. Quem liderou o MDB nessa investida? O Eunício Oliveira. Com quem o Lula está hoje?", perguntou. "Hoje, eu estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma, estou seguro", declarou. 

De acordo com Ciro, seu irmão, o senador Cid Gomes (PDT-CE), chegou a questionar, na época, se o PT realmente queria impedir o impeachment da ex-presidente.

"O meu irmão, que também estava lutando [contra o impeachment], me chamou e falou assim: 'Será que esses caras querem impedir o impeachment?'. Agora estou seguro que eles estavam colaborando pelo impeachment da Dilma, porque nas eleições de 2018 o Lula estava com o Renan Calheiros e queria que eu me envolvesse nisso, eu que fui para as ruas, [sendo que à época] era muito impopular defender a Dilma. Agora os amigos do peito são eles", completou.

Lula é um dos principais adversários de Ciro nas eleições de 2022. Apesar de ainda não ser candidato, o petista lidera  as pesquisas de intenção de voto.

Pelo visto Ciro está buscando se consolidar para eleitores de centro e direita que não querem Lula a frente do comando da nação mais uma vez. A estratégia do ex-ministro faz todo o sentido, visto que na esquerda com o petista no páreo não há mais espaço para crescer, no centro tem espaço. Simples assim!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários