Terça, 30 de Novembro de 2021
27°

Muitas nuvens

Rio de Janeiro - RJ

Direitos Humanos Lotação Máxima

O Sucateamento do Sistema Penal Brasileiro, por Eduardo da Silva

Com quase 80 milhões de processos, presos em que as penas já foram cumpridas e com grande incidência de doença e com benefícios indignos a grande massa de brasileiros, segue o Judiciário.

07/10/2021 às 16h54 Atualizada em 07/10/2021 às 17h04
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Foto: Presídio de Porto Alegre / Reprodução / Internet
Foto: Presídio de Porto Alegre / Reprodução / Internet

Com quase 80 milhões de processos, presos em que as penas já foram cumpridas e com grande incidência de doença e com benefícios indignos a grande massa de brasileiros, segue o Judiciário.

O Brasil hoje tem a segunda maior população carcerária do planeta, entre ladrões de galinha, pensões atrasadas, estupradores e assassinos, o país se atreve a discutir redução da maioridade penal e privatização como se fosse a salvação de um problema que se perpetua desde quando derrubaram as senzalas para ocupá-las com os presídios.

É preciso repensar o que o Brasil chama de justiça e proteção do Estado aos que precisam que a lei exista de fato,  pois sem Lei sobra a barbárie dos grupos de extermínio, milícia e crime organizado e o pior, a sociedade não acreditando mais em nossa democracia.

Pedir ao carrasco que faça o "justiçamento" hoje já noticiado na mídia mundo cão,  que, independentemente de sua pouca qualidade apresenta uma solução de "Lei de Talião", ou seja, olho por olho, dente por dente...

Precisamos acordar para esse assunto, pois já estamos em largo processo de "mexicanização". E como dizia o grande Mahatma Gandhi, "no fim todos terminam cegos". E toca o barco!

#Eduardo da Silva.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários