Sexta, 21 de Janeiro de 2022
25°

Muitas nuvens

Rio de Janeiro - RJ

Política Jair Bolsonaro

A Tempestade perfeita do Governo Jair Bolsonaro, por Eduardo da Silva (Opinião)

Encerra-se os mil dias do governo Bolsonaro e estamos na famosa "Tempestade Perfeita" onde tudo que poderia dar ruim está dando ruim para começar.

01/10/2021 às 15h04
Por: Redação ND1
Compartilhe:
Jair Bolsonaro / Reprodução / EBC
Jair Bolsonaro / Reprodução / EBC

Encerra-se os mil dias do governo Bolsonaro e estamos na famosa "Tempestade Perfeita" onde tudo que poderia dar ruim está dando ruim para começar. Falta envergadura ética a um governo que ganhou as eleições baseado segundo o programa de governo, não saber  de economia, nem de saúde, nem educação e nem de meio ambiente. Até aí tudo bem, se colocasse pessoas capacitadas e com diálogo na sociedade para serem seus ministros isso não aconteceu.

Optou por uma geo política catastrófica se colocando como serviçal de uma potência que já dá mostras de debilidade de liderança frente ao crescimento chinês. Os EUA não resistem  uma década como maior potência mundial, e, para piorar sem ter projeto de Nação vem a pandemia que invade o planeta encontrando terra fértil em suas crendices do século retrasado empurrando os militares para um desgaste político brutal. 

Sua política de macro economia convoca o garoto da Escola de Chicago, Paulo Guedes, que, como artífice da política neo liberal do governo Pinochet, levou o Chile a pré catástrofe social. Enquanto isso, temos hoje uma sociedade dividida entre os saudosistas de um conservadorismo que não tem o que conservar com sua turba de ignorantes ou enriquecidos pelas benesses de um Estado pesado, gordo e doente e, para terminar o isolamento, reconhecido pelo Mundo como literalmente uma "República das Bananas".

De outro lado as pessoas mais próximas a realidade imploram por um "salvador da pátria" que novamente nos levará as portas do paraíso. Para terminar temos um presidente fraco, incompetente, irresponsável,  com uma narrativa pra lá de medíocre e uma família que nos envergonha e nos conecta a um fato,  como colocaram esse "jabuti" nesta árvore? E toca o barco!!!

Eduardo da Silva.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários