Terça, 26 de Outubro de 2021
22°

Muitas nuvens

Rio de Janeiro - RJ

Senado Federal Senado Federal

Senado faz sessão especial para lançar obra sobre bicentenário da Independência

O Senado faz sessão especial remota na segunda-feira (27), às 16h, para o lançamento da obra inédita no país Vozes do Brasil: linguagem política da...

24/09/2021 às 09h10
Por: Redação ND1 Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Quadro "Independência ou Morte", pintado por Pedro Américo em 1888 - Reprodução
Quadro "Independência ou Morte", pintado por Pedro Américo em 1888 - Reprodução

O Senado faz sessão especial remota na segunda-feira (27), às 16h, para o lançamento da obra inédita no país Vozes do Brasil: linguagem política da Independência (1820-1824). O requerimento é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), coordenador da Comissão Especial Curadora destinada a elaborar e viabilizar a execução das comemorações em torno do tema "O Senado Federal e os 200 anos da Independência do Brasil".

O objetivo da obra é mostrar ao grande público, em particular a professores e alunos, a maneira como as pessoas pensavam que deveria ser o Brasil na época. Segundo Randolfe, o trabalho possibilitará o acesso aos chamados panfletos da Independência, em formato facsimilar, onde estão registradas opiniões de diferentes pessoas sobre a emancipação do país de Portugal. São textos inéditos e com relação direta com os acontecimentos que antecederam a Independência do Brasil e o contexto imediatamente posterior, diz Randolfe.

“São, em sua maioria, [textos] curtos e provocadores feitos por anônimos e personagens de relevância consolidada pela historiografia brasileira. Todos eles produzidos no período entre a Revolução Porto, em1820, e a elaboração da primeira Constituição brasileira, em 1824”, argumenta o parlamentar.

Randolfe explica no requerimento que a obra contará, ainda, com a contextualização e análise histórica de cada um dos documentos, de modo a oferecer ferramentas para a produção de conhecimentos indispensáveis à formação básica do cidadão, que incluem de noções conceituais — como forma de governo, soberania, igualdade, representação e liberdade — a situações concretas do cotidiano social, como o pagamento de impostos ou o reconhecimento dos direitos inalienáveis.

A publicação desses panfletos, conforme o senador, contribuirá com os professores envolvidos na formação de uma nova geração de brasileiros ao mesmo tempo em que proporcionará ao público não especializado ferramentas para conhecer um pouco mais da história e do debate político do período.

Os textos foram disponibilizados ao Senado por meio do acordo de parceria com a Biblioteca Oliveira Lima, da Universidade Católica da América, em Washington, nos Estados Unidos. O acordo de colaboração foi firmado em evento on-line no último dia 17 de agosto, a partir da iniciativa da Comissão Especial Curadora coordenada por Randolfe.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários