Sexta, 12 de Julho de 2024
21°

Tempo nublado

Rio de Janeiro, RJ

Meio Ambiente Tragédia anunciada

Poluição por Minério de Ferro Agrava Degradação da Baía de Sepetiba: Moradores Denunciam Descarte Irregular Durante Embarque em Navios no Porto de Itaguaí

Pesca e biodiversidade ameaçadas,  comunidade cobra medidas urgentes

09/07/2024 às 16h10
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

A Baía de Sepetiba, um rico ecossistema com mais de 300 quilômetros quadrados entre a Serra do Mar, a Baixada Fluminense e a Restinga da Marambaia, sofre com o acúmulo de diversos problemas ambientais. Além da histórica poluição por esgoto e efluentes industriais, um novo desafio preocupa os moradores: o descarte irregular de minério de ferro durante as operações de embarque no Porto de Itaguaí.

Impacto na Pesca e Biodiversidade:

Pescadores tradicionais relatam a diminuição da quantidade de peixes e outros frutos do mar, além da contaminação do fundo da baía por minério e outros detritos.

A pesca artesanal, já comprometida pela poluição industrial e assoreamento, enfrenta mais um obstáculo para sua sobrevivência.

Continua após a publicidade

Riscos à Saúde e ao Meio Ambiente:

O biólogo Mário Moscatelli adverte que a situação da Baía de Sepetiba é uma "tragédia anunciada", com graves consequências para a saúde da população local e para o meio ambiente.

A degradação, que se intensifica há décadas, é reversível, mas exige um esforço conjunto do poder público, da iniciativa privada, da comunidade e dos pescadores.

Denúncias e Cobrança por Medidas Urgentes:

Continua após a publicidade

Moradores e pescadores denunciaram a situação para o Ministério Público, mas afirmam que não há ações efetivas para conter a poluição.

Cobram medidas urgentes das autoridades, como fiscalização rigorosa das atividades no Porto de Itaguaí, investimentos em saneamento básico e ações para recuperar a qualidade da água da Baía.

Qualidade da Água Comprometida:

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) monitora a balneabilidade das praias da Baía de Sepetiba, mas admite que a qualidade da água é imprópria para banho.

A Zona Oeste Mais Saneamento e a Fundação Rio-Águas detalham seus esforços para tratar o esgoto e remover resíduos dos rios e canais que desaguam na Baía, mas o problema da poluição industrial e do descarte irregular de minério persiste.

Porto Sudeste se Defende:

A Porto Sudeste, responsável pelo terminal de embarque de minério, nega que o descarte seja frequente e afirma ter contido rapidamente o episódio recente.

A empresa investiga as causas do problema e realiza monitoramento constante da qualidade da água e dos sedimentos da Baía.

Continua após a publicidade

Futuro da Baía de Sepetiba:

O futuro da Baía depende da mobilização de todos os atores envolvidos.

É fundamental que o poder público, a iniciativa privada, os pescadores e a comunidade se unam em prol da recuperação desse rico ecossistema.

Ações imediatas e medidas de longo prazo são necessárias para garantir a preservação da Baía e a qualidade de vida das pessoas que dependem dela.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários