Sexta, 12 de Julho de 2024
21°

Tempo nublado

Rio de Janeiro, RJ

RJ Notícias Investimento

Flamengo é favorito a comprar terreno do Gasômetro para construir estádio

Leilão acontece no dia 31 de julho com lance mínimo de R$ 138,2 milhões

09/07/2024 às 15h57
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

O sonho do Flamengo de ter um estádio próprio pode estar mais perto de se tornar realidade. A Prefeitura do Rio divulgou nesta terça-feira (9) o edital do leilão do terreno do Gasômetro, em São Cristóvão, na Zona Norte. O clube carioca é o principal interessado no espaço e já vinha negociando com a Caixa Econômica Federal, que administra o fundo de investimentos dono da área.

Leilão e exigências para o novo estádio

O leilão acontecerá no dia 31 de julho, às 14h30, no auditório do prédio da Prefeitura, na Cidade Nova.

O lance mínimo é de R$ 138,2 milhões.

Continua após a publicidade

O pagamento deve ser feito à vista e em dinheiro, em até cinco dias após a publicação do resultado do leilão.

O edital exige a construção de um estádio com no mínimo 70 mil lugares.

O projeto deve incluir áreas temáticas ao redor do estádio, como museus interativos e zonas de jogos, além de calçadas largas e acessíveis, ciclovias, estacionamento (preferencialmente subterrâneo ou em edifício-garagem) e um plano de mobilidade urbana que privilegie o uso de transporte coletivo e acesso por pedestres.

O acesso de veículos de transporte individual de passageiros será feito pelas ruas internas do bairro de São Cristóvão, com acesso vedado pela Avenida Francisco Bicalho.

Continua após a publicidade

Histórico e desdobramentos

O Flamengo vinha negociando há alguns anos com a Caixa, mas as conversas não avançaram.

Diante do impasse, a Prefeitura decidiu intervir para garantir a construção do estádio.

O terreno do Gasômetro tem 88,3 mil metros quadrados e fica ao lado da Rodoviária Novo Rio e do Terminal Intermodal Gentileza.

A desapropriação do terreno foi publicada no Diário Oficial do Município no dia 24 de junho.

A Caixa Econômica Federal ainda não se manifestou oficialmente sobre o leilão.

Informações adicionais sobre a desapropriação

A desapropriação de terreno privado por parte do Poder Executivo está prevista na Constituição Federal.

Continua após a publicidade

Para que isso seja possível, é necessário que haja interesse público e pagamento de indenização prévia, justa e em dinheiro.

No caso do terreno do Gasômetro, a desapropriação foi feita por leilão em hasta pública, o que significa que o terreno será leiloado com valor mínimo estabelecido e uma série de obrigações para o comprador.

O valor arrecadado no leilão será repassado à Caixa Econômica Federal como forma de indenização pela desapropriação.

O leilão do terreno do Gasômetro é um passo importante para a construção do estádio do Flamengo. O clube carioca é o favorito a ficar com a área, mas ainda precisa vencer o leilão e cumprir todas as exigências do edital. A construção do estádio é um sonho antigo da torcida rubro-negra e pode representar um grande impulso para o desenvolvimento da região de São Cristóvão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários