Sexta, 12 de Julho de 2024
21°

Tempo nublado

Rio de Janeiro, RJ

RJ Notícias Importunação sexual

Homem é detido por abusar sexualmente de mulher no BRT

Abuso ocorreu na linha 46, que liga Penha ao Terminal Alvorada, e resultou em mais de 800 casos registrados no Rio de Janeiro no ano passado

21/06/2024 às 09h09
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

Na manhã de quinta-feira (20), um homem foi detido por abusar sexualmente de uma mulher no BRT. O incidente aconteceu na linha 46, que conecta a Penha ao Terminal Alvorada. A vítima relatou que o homem iniciou o assédio ao se esfregar nela e mesmo após ser solicitado a se afastar, persistiu até que ela pediu auxílio às outras mulheres presentes no ônibus, que solicitaram ao motorista parar em uma estação com policiais. Alguns passageiros chegaram a reagir e agredi-lo.

O homem desceu na estação de Curicica e foi interceptado por dois guardas do BRT Seguro, levado posteriormente à delegacia. Este caso ocorreu um dia após uma jovem de 25 anos ter sido importunada sexualmente em um trem da Supervia, onde o agressor também foi preso.

De acordo com o programra BRT Seguro, que iniciou em junho de 2021, 57 prisões por assédio ou importunação sexual já foram efetuadas. O Instituto de Segurança Pública (ISP) reportou que apenas no ano passado, 840 casos do crime foram registrados no Estado do Rio de Janeiro, com 93,5% das vítimas sendo do sexo feminino.

A Mobi-Rio, responsável pela administração do BRT, orienta que em casos de importunação sexual, os passageiros devem comunicar o motorista imediatamente. Este, por sua vez, é instruído a conduzir o veículo até o centro de controle operacional, onde as devidas providências serão tomadas pelos agentes de segurança.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários