Sexta, 12 de Julho de 2024
21°

Tempo nublado

Rio de Janeiro, RJ

Polícia Crime organizado

Polícia Civil do Rio de Janeiro continua busca por traficante conhecido como Didi, suspeito de extorsão a motoristas na Ilha do Governador

Didi é um dos chefes do tráfico de drogas na Ilha do Governador, sendo um dos principais alvos da Operação Bandeira Livre que visa acabar com a extorsão de dinheiro de motoristas de aplicativos na região.

21/06/2024 às 08h07
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está em busca do traficante Diogo de Souza Soledade, conhecido como Didi. Foragido há duas décadas, ele é apontado como um dos líderes do tráfico de drogas na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. O que chama atenção dos investigadores é a ostentação de Didi, que já foi visto vestido de sheik árabe e portando uma arma dourada.

Didi e Henrique Paranhos de Oliveira, conhecido como Neves, são os principais alvos da Operação Bandeira Livre, que visa combater a extorsão de motoristas de aplicativos na Ilha. Além disso, a região do Dendê, dominada pela dupla, tem sido palco de emboscadas e prejuízos para os trabalhadores.

Na última quinta-feira (20), a Polícia Civil prendeu três suspeitos de integrar o tráfico na região, responsáveis por abordar motoristas de aplicativo e extorqui-los. As investigações continuam em andamento, visando desmantelar a quadrilha que aterroriza a população local.

Com as ameaças e extorsões, a Ilha do Governador tem sido evitada por motoristas de aplicativos. Plataformas como Uber e 99 já identificam áreas de risco na região e os trabalhadores relatam dificuldades para aceitar corridas para o local. A situação tem impactado a economia e a segurança dos profissionais que atuam na região.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários