Sexta, 12 de Julho de 2024
22°

Neblina

Rio de Janeiro, RJ

Política Caso Lucinha

Comissão de Ética da Alerj decide arquivar investigação contra Lucinha por envolvimento com milícia

Deputada segue com suas funções na Alerj, enquanto aguarda julgamento

20/06/2024 às 18h54
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

Os deputados que integram a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) formaram maioria e votaram pelo arquivamento do processo ético-disciplinar sobre o afastamento da deputada Lucinha, investigada por suspeitas de integrar a milícia de Luiz Antônio da Silva Braga, o Zinho.

Na tarde desta quinta-feira (20), a maioria dos deputados entendeu que não houve quebra de decoro parlamentar por parte da deputada, apesar de Lucinha ser apontada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) como braço político da milícia de Zinho.

Segundo o Conselho de Ética, o processo será enviado à Mesa Diretora da Casa, que decidirá se submete ou não a decisão final ao plenário.

O grupo criminoso chefiado por Zinho é uma das organizações mais poderosas e violentas do Rio, com forte atuação na região de Campo Grande e Santa Cruz, onde a parlamentar atua.

Continua após a publicidade

Com a decisão desta quarta, Lucinha não perde seu cargo e segue trabalhando normalmente como deputada, enquanto aguarda o julgamento na Justiça.

O placar da votação na Comissão de Ética da Alerj terminou em 4 a 2 pelo arquivamento do processo, com apenas um deputado do colegiado não comparecendo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários