Sexta, 12 de Julho de 2024
22°

Neblina

Rio de Janeiro, RJ

Polícia Importunação sexual

Homem preso por ejacular em mulher em trem e tenta intimidá-la ao ser detido no Rio

O homem, que tem 34 anos, tentou fugir depois que a mulher percebeu que ele tinha se masturbado e ejaculado na perna dela na Estação Madureira da Supervia, nesta quarta-feira (19).

20/06/2024 às 14h11
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

A vítima do homem que foi preso em flagrante suspeito de ejacular na moça dentro de um vagão de trem, na Zona Norte do Rio, conta que Tiago dos Santos Silva tentou intimidá-la enquanto era detido pela Polícia Militar. O homem, que tem 34 anos, tentou fugir depois que a mulher percebeu que ele tinha se masturbado e ejaculado na perna dela na Estação Madureira da Supervia, nesta quarta-feira (19).

A vítima relata que embarcou na estação Deodoro e que Tiago Silva já estava na composição. Após entrar no vagão, Tiago teria se aproximado dela e, durante um período de dez minutos de Deodoro para Madureira, ela observou um comportamento suspeito, com o homem ofegante e movendo as mãos próximo ao seu corpo.

A mulher confrontou o homem após perceber o que estava acontecendo, e outros passageiros ao redor tentaram impedir que ele fugisse, mas Tiago conseguiu escapar da embarcação. Por sorte, dois policiais capturaram o suspeito. A vítima foi acolhida e encaminhada à 29ª DP (Madureira) para prestar depoimento, enquanto Tiago dos Santos Silva permanece preso.

A vítima pede que a grande mídia não deixe o caso passar em branco e que crimes desse tipo recebam mais atenção. O indivíduo admitiu o assédio para a PM, que o autuou em flagrante por importunação sexual. A Supervia destaca as medidas de segurança e fiscalização em vigor, garantindo a exclusividade dos carros identificados para mulheres nos horários de pico.

Continua após a publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários