Sexta, 12 de Julho de 2024
22°

Neblina

Rio de Janeiro, RJ

Polícia Abuso Sexual

José Antônio Soares Penedo nega acusações de abuso e aponta possível influência do tio

Pai de santo afirma ter tomado remédios tranquilizantes na noite do crime e destaca relação conturbada do tio do adolescente com o pai de santo

20/06/2024 às 13h55
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

Um líder espiritual foi detido nesta quarta-feira (19) sob suspeita de abuso sexual contra um jovem dentro de um local de culto em Seropédica, na Baixada Fluminense.

José Antônio Soares Penedo foi encontrado no Morro do Carvão, em Itaguaí, onde foi preso por estupro de vulnerável conforme determinação judicial. A mãe do adolescente de 16 anos fez a denúncia no final de abril.

Segundo a denúncia, após uma celebração no local de culto, o líder espiritual pediu para o jovem passar a noite lá, alegando que ele precisava de uma limpeza espiritual. A mãe, sem suspeitar de nada, permitiu, já que José Antônio era conhecido desde a infância do garoto.

Na primeira noite, o jovem dormiu em um colchão no quarto do líder espiritual. Na segunda noite, o homem o convidou a dormir em sua cama. Por volta de 1h30 do dia 23 de abril, o adolescente acordou com José Antônio tirando suas roupas e tocando suas partes íntimas.

Continua após a publicidade

Muito assustado, o jovem enviou uma mensagem para a mãe. "Ontem ele [líder espiritual] disse para eu dormir em sua cama. Quando estava prestes a dormir, ele me abraçou. Ao despertar, o vi mexendo em minhas partes íntimas."

Após o ocorrido, o líder espiritual desapareceu e excluiu suas redes sociais.

Em depoimento, o homem negou as acusações.

José Antônio Soares Penedo negou as acusações aos investigadores, alegando que na noite do crime havia tomado muitos remédios tranquilizantes e dormido, apenas descobrindo as acusações na manhã seguinte.

Continua após a publicidade

Em  nota enviada à , Penedo também contestou as acusações, sugerindo que o jovem possa ter inventado tudo devido a influência de um tio que teve um relacionamento com o líder espiritual e não aceitou o término. Ele destacou ainda que se recusou a emprestar R$ 20 ao adolescente, apontando isso como possível motivo para as alegações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários