Sexta, 12 de Julho de 2024
21°

Tempo nublado

Rio de Janeiro, RJ

Polícia Golpe

Operação Shell Company: Polícia e MPRJ prendem 4 em ação contra fraude bancária

Quatro homens foram presos nesta quinta-feira (13) na Operação Shell Company, realizada pela Polícia Civil do RJ e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). O golpe bancário movimentou meio bilhão de reais entre 2020 e 2022.

13/06/2024 às 10h26
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

Os presos e as medidas tomadas pela Justiça

Jefferson de Aguiar Leal, João Vitor Hibner de Figueredo, Leonardo de Oliveira Tonelli e Osiris Alves de Luca Filho foram detidos pela participação no esquema. Além disso, o juiz Thales Nogueira Cavalcanti Venancio Braga determinou o bloqueio de R$ 8 milhões em bens e valores.

Detalhes do golpe

Segundo a Draco-IE e o Gaeco/MPRJ, o grupo abriu empresas de fachada com documentos falsos para obter um empréstimo de R$ 8 milhões com a cumplicidade de gerentes do Santander. As empresas não tinham atividades reais, funcionando apenas para transferências fictícias que buscavam aumentar o "score" das companhias e facilitar a obtenção de empréstimos.

Continua após a publicidade

Conclusão do golpe

Com o crédito concedido sem as devidas garantias, os golpistas conseguiram desviar os R$ 8 milhões rapidamente, dificultando o rastreamento do dinheiro. Os fundos obtidos foram utilizados para adquirir bens e financiar negócios legítimos em diferentes setores.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários