Sexta, 14 de Junho de 2024
22°

Tempo limpo

Rio de Janeiro, RJ

Polícia Guerra do bicho

Bar Parada Obrigatória: alvo de ações violentas ligadas ao jogo do bicho em Vila Isabel

Dono do estabelecimento foi assassinado no último domingo (9) e investigações apontam para possível envolvimento de bicheiros

11/06/2024 às 09h03
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

Localizado na esquina do Boulevard 28 de Setembro com a Rua Souza Franco, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro, o bar Parada Obrigatória tornou-se cenário de ações violentas ligadas ao jogo do bicho. No último domingo (9), o dono do estabelecimento, Antônio Gaspazianni Chaves, de 33 anos, foi brutalmente assassinado com mais de 20 tiros disparados por homens encapuzados.

Um ano antes, o bairro viveu momentos de terror com um tiroteio intenso em plena luz do dia. O único investigado com prisão pedida pelo ataque é Luiz Cabral Waddington Neto, que está foragido desde maio de 2023. A polícia suspeita que, no dia 15 de abril de 2023, Luiz tenha ido ao local se vingar de um ataque contra seu filho, em um caso que envolve uma disputa entre os bicheiros Bernardo Bello e Adilson Oliveira Coutinho, conhecido como Adilsinho.

Em 18 de abril, Luiz admitiu à Polícia Civil trabalhar como bicheiro, fez acusações sobre supostos mandantes do crime contra seu filho e denunciou a disputa entre os bicheiros. A Delegacia de Homicídios da Capital investiga se o crime que vitimou o dono do bar foi uma retaliação a essas denúncias.

No ataque de 2023, registrado por câmeras de segurança, um grupo de homens chegou em três carros na movimentada Avenida 28 de Setembro, observaram o bar Parada Obrigatória e iniciaram um tiroteio. O episódio deixou duas pessoas feridas e intensificou as tensões entre os grupos envolvidos.

Continua após a publicidade

A 20ª DP (Vila Isabel) segue com o inquérito aberto para esclarecer os fatos e tentar conter a escalada de violência ligada ao jogo do bicho na região. Veja no vídeo abaixo a entrevista de Luiz Cabral, que se apresenta como bicheiro e faz graves denúncias sobre os bastidores desses conflitos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários