Sábado, 22 de Junho de 2024
20°

Neblina

Rio de Janeiro, RJ

Política Vergonhoso

Vereadores do Rio de Janeiro adiam votação de cancelamento de medalhas concedidas a irmãos Brazão

Os parlamentares esvaziaram a sessão plenária desta terça-feira (28) e não votaram o pedido feito pela vereadora Mônica Benício (Psol), viúva de Marielle.

28/05/2024 às 17h41
Por: Elise Ventura
Compartilhe:
Reprodução da internet
Reprodução da internet

Os vereadores do Rio de Janeiro mais uma vez deixaram de votar o pedido de cancelamento do conjunto de medalhas Pedro Ernesto concedidas aos irmãos Domingos e Chiquinho Brazão, presos desde o fim de março sob a acusação de mandar matar a vereadora Marielle Franco (Psol). Os parlamentares esvaziaram a sessão plenária desta terça-feira (28) e não votaram o pedido feito pela vereadora Mônica Benício (Psol), viúva de Marielle.

Durante a votação, 40 parlamentares estiveram presentes, mas apenas 18 votaram, sendo 17 pelo cancelamento das medalhas e um pela abstenção. Como são necessários pelo menos 26 votos, não houve quórum para avalizar a proposta. Essa foi a quinta tentativa de votar a cassação da honraria, e o requerimento apresentado por Mônica Benício retornará para ser votado na próxima sessão, na quarta-feira (29).

Os irmãos Brazão e o delegado Rivaldo Barbosa foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República como mandantes do homicídio de Marielle Franco. Ronnie Lessa, o matador-confesso, implicou os irmãos Brazão como mandantes do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários